The Hunger Games: Mockingjay – Parte 2

Adivinha quem foi ao cinema assistir The Hunger Games: Mockingjay – Parte 2? Isso mesmo! Euzinha, euzoza, eu manuvilhosa!

12240931_827811490661743_1044669739253305704_o

No caso eu e meus pôneis.

12304556_827811680661724_1563473120531747948_o

Eu quero começar essa resenha ja deixando aqui meu antes e depois do filme:

ANTES:

12038840_827811127328446_5791581594326724110_o

DEPOIS:

12305580_827809083995317_1337321377_n

Como pode-se perceber o filme foi muito interessante, tão interessante que a parte mais interessante do filme foi antes do filme: O trailer de Star Wars numa tela grande. Valeu meu ingresso.

Mas bora lá; eu gostei muito dos primeiros filmes da saga, gostei dos personagens e de como a história se desenrolou, mas nesse ultimo parece que algo deu errado. O filme foi muito arrastado; de um lado tínhamos Katniss louca por sangue e desejo de vingança e do outro um Peeta com 5 filosofias de vida por segundo (amigo, melhore.).

687474703a2f2f63646e342e6775726c2e636f6d2f77702d636f6e74656e742f75706c6f6164732f323031332f30382f6b61746e6973732d70656574612d646f6e742d74616c6b2e676966

E a partir desse casal nada a ver, eles tentaram colocar um pouco de romance adolescente no filme, tentaram a qualquer custo fazer o barro acontecer na cena em que Gale e Peeta discutem com qual dos dois Katniss vai querer ficar no fim da guerra. MEU AMIGO SE VC TA NUMA GUERRA VC PRIMEIRAMENTE TENTA FICAR VIVO, o resto pode esperar.

Durante os três primeiros filmes essa questão amorosa sempre ficou em segundo lugar na vida da menina, ela só tentava sobreviver num ambiente sombrio e isso era bem mais interessante do que um triangulo amoroso, não entendi a forçação de barra. Desnecessário.

Nessa hora eu já tava assim:

11048771_827811333995092_7662369006516431407_o

Outro ponto estranho foi tentar enfiar goela abaixo um jogo político que estava ali o tempo todo e só a gente não viu, mas que no caso ele não tava ali o tempo todo. Não no massacre quaternário, não no povo se revoltando contra uma capital poderosa. Se não trabalharam a briga política antes, porquê agora então? Se era pra encaixar de todo jeito, então poderia vir depois, nas próximas tentativas de eleições democráticas.

Outra coisa que não entendo é porquê decidiram que o fim de um filme sobre GUERRA deveria ser algo ROMÂNTICO, estilo novela das oito. Existe uma regra na vida e ela é: Não escreva Gladiador e queira terminar como Caminho das Índias. Em gladiador o público quer ver sangue. Em Caminho das Índias o público quer ver Tony Ramos falando arebaba.

E em The Hunger Games eu queria ver sangue. Será que é tão difícil entender?

2733946f00000578-3021847-image-a-75_1427910122537

Mas teve uma coisa que eu gostei: A maneira como mostraram a importância da mídia em situações de guerra, como é tudo planejado e cruelmente calculado para manobrar o povo a aderir uma posição. E também porquê tinha a Natalie Dormer como câmera girl, rainha né, mores? Maravilhosa.

cressida_-_high_res.jpg

Vou até dar umas dicas de final alternativo aqui (aquelas intrometidas):

  1. BOTA MAIS SANGUE QUE TÁ POUCO
  2. MATA O PEETA
  3. MATA O GALE
  4. DEIXA KATNISS SOLTEIRA MARAVILHOSA GIRL POWER
  5. DEIXA ELA SE ENCONTRAR NA VIDA COMO LÍDER DE UMA NAÇÃO
  6. PRA QUE FILHO? KATNISS NUNCA QUIS FILHO
  7. DÁ UM EMPREGO PRO FINNICK NA PRAÇA É NOSSA
  8. CHAMA A EFFIE PRO RUPAL DRAG RACE
  9. BOTA MAIS UM POUQUINHO DE SANGUE
  10. UMA MORTE LENTA E DOLOROSA PRO PRESIDENTE SNOW
  11. REGINA GEORGE TRAI O AARON SIMONS TODA QUINTA NA SALA DE PROJEÇÃO

Muito obrigada a todos, mas no final de tudo, isso é o que realmente importa:

12291904_827811183995107_5556395821517964813_o

12314459_827811277328431_7886700229218175570_o

JÁ É 17 DE DEZEMBROOOOOOSOPKFOJGOIJOIIO&%%&8(&%¨$#5@

Anúncios

Jessica Jones e abuso psicológico

Vi muita gente comparando Jessica Jones a Daredevil (que eu não vi e não sei se verey) argumentando que as cenas de luta de Jessica são muito fracas quando comparadas as duas séries, eu realmente achei as cenas fracas, ela praticamente só joga os oponentes de um lado pro outro, mas acredito que esse não é o propósito da série e é sobre isso que quero falar.

O que mais me chamou atenção e de fato me prendeu a história, foi a questão do abuso psicológico aplicado por seu “ex namorado” contra ela.

12247198_1070787352931666_5055373620605323021_n

Killgrave  é um vilão psicopata, cruel, totalmente louco e com o poder de persuadir pessoas a fazerem tudo o que ele mandar, e usa disso para abusar Jessica de todas as formas possíveis, primeiro usando-a como uma alidada para conseguir o que ele quer (torturar pessoas).

E o principal: criando um relacionamento que só existe para ele, em que ele toma todas as decisões (decide até o que ela gosta de comer), em que ele escolhe suas roupas, seu corte de cabelo e até a hora em que eles devem fazer sexo. Até que em algum momento Jessica consegue se livrar disso e isso gera um ódio desmedido nele, afinal, quem ela pensa que é para controlar o dono do relacionamento? Em que momento ela passou a poder desobedecê-lo?

j.png

Nos primeiros episódios, temos uma Jessica Jones alcoólatra e culpada por ter matado pessoas quando ainda estava sob o controle do Killgrave, ela se ocupa trabalhando como detetive particular em pequenos casos que algumas vezes tem relação com seu passado sombrio.

jj

Até que Killgrave retorna à sua vida e ela decide parar de se culpar e assumir uma posição de heroína, determinada a salvar o máximo de pessoas que puder, inclusive se afastando de amigos próximos por medo de que os atinga de alguma forma, na luta contra ele.

j6.png

Acho que finalmente a Marvel ganhou um ponto comigo; agora sim temos uma protagonista feminina forte em um universo muito inquietante, totalmente diferente dos filmes de heróis que temos no mercado, inclusive com referências a esses filmes ao longo dos episódios, temos discussões sobre estupro e aborto e uma guerra que muitas mulheres travam todos os dias: relacionamentos abusivos.

Muito feliz com essa primeira temporada. Manda mais, Netflix!

weskey_avatar_twitter-e1425921874859.jpg

E não é que “vazou” o trailer de Suicide Squad?

Eita minha gente, tem trailer do Esquadrão Suicida fresquinho pra comentar na internet! Já assistiu?

Aconteceram muitas coisas nesse trailer, né? Muitas coisas…Teve o pessoal fazendo a introdução da história, teve o Batman, teve um maluco no pedaço, teve a mina que era modelo e agora tá em Hollyood, teve Jared Leto comemorando o dia do rock mas teve uma coisa que, meu deus, mano… teve a Arlequina:

Teve a Arlequina fazendo Pilates:

Teve a Arlequina debochando:

~Gargalhando~

A Arlequina fazendo txa txeck:

Lambendo as coisas:

Mascando uns chicletes:

Sendo aquela mina que dança dos vídeos da Sia:

Dançando e destruindo nossos corações:

E também falando “hã?” Como não amar? ♥

Como diria o Leonardo diCaprio:

11742804_882822361789961_7942577855771193686_n

Sinceramente, amados:

11745742_957760000912960_1500126851381760287_n

TODO DIA TEM UM GIRL POWER

Eita minha gente, tá boa demais essa temporada pras feministas de plantão! Taylor lançou um videoclipe chamado “Bad Blood” e eu amei de mais e tô fazendo esse post aqui só pra explicar porquê vocês também tem que amar esse clipe mara, com supervilãs maras. ❤

Taylor-Swift-Bad-Blood-poster

♥ As referências ♥

Não façam a linha Capitão América, eu sei que vocês amam uma referência (piada péssima mas segue em frente, tem outras piores)… Mas sério, quantos vídeos de cantoras pops vocês já viram trazendo cenas de Star Wars, James Bond e Kill Bill? Nenhum, gente, nenhum.

Vamos com os exemplos:

Temos O quinto elemento: Com Figuro da Hayley igualzinho ao da Leeloo.

o-quinto-elemento-1

Jogos Vorazes: O lugar onde as moças treinam, figurino e armas.

tributos

Matrix: Gente, o que é essa Trinity? Amor a primeira vista!

aka-jessica-jones-casts-matrix-star-carrie-anne-moss

007: Sim, porque nesse clipe tivemos até um carro transparente, ao estilo Die another day. Uma palavra: Quero.

jamesbondculturainglesacecarroinvisivel

E ainda tem Kill Bill: A luta entre Catastrophe e Arsyn é total referência às cenas de luta do filme.

kill-bill-uma-thurman-whysoblu

Não bastando as referências, Taylor convocou um time de mulheres poderosíssimas como as espadas de uns dez samurais:

selena-gomez

blood-051515-_4 cewbqy9umaa-2bu hayley-bad-blood images

E os cenários? Pareciam várias arenas de The Hunger Games e a cena de luta no gelo lembrou demais o final de Resident Evil 5 ❤

original

Tivemos também os posters com referencia a Sin City… E a própria Jessica Alba tá no elenco, né?

sincity2

Ai gente, assistam, vai ❤

AI MEU DEUS EU ASSISTI MAD MAX

Vocês nunca tiveram uma Manuela tão empolgada pra escrever um post na história desse blog; mas acontece que eu fui ao cinema ontem conferir Mad Max e ganhei uma aula de como se fazer uma personagem feminina. Sim, porque em época de WheresNatasha? e todo esse mimimi de que Hollywood não faz personagens femininas por culpa das mulheres que reclamam de tudo, George Miller deu a receita de como se constrói uma personagem de verdade e é bem simples:

1. Pense numa mulher

2. Coloque nela coragem, força e inteligência

3. Não a sexualize

Pronto, você terá uma general foda: ♥ ♥ ♥ FURIOSA ♥ ♥ ♥

644324-3b3eb3f6-f398-11e4-a523-fc3a24a56e3f

“Olha eu aqui seus arrombados!”

Gente, que mulher é essa???? Ela é fantástica! Sério, o filme se resume basicamente em: Furiosa no deserto, Furiosa matando, Furiosa dirigindo, Furiosa dando ordens, Furiosa salvando mulheres, Furiosa aliando-se a Mad Max, Furiosa consertando o carro, Furiosa, Furiosa, Furiosa!

Mas vamos lá, a realidade do filme é a seguinte: Estamos no período pós-apocalíptico, onde a grande maioria da população vive em condições miseráveis  e obviamente uma parcela minuscula dessa galera retem todos os meios de produção, como combustível, água e comida. Eles tem um líder chamado de Immortan Joe (o Darth Vader do deserto). É tipo a realidade da gente hoje só que de maneira bem mais terrível e no meio do deserto.

Screen-Shot-2014-12-10-at-11.17.36-AM

Mad Max entra na história quando é capturado por ter um tipo sanguíneo O- (que significa que ele pode doar sangue pra todo mundo) e então ele se torna o “bolsa-de-sangue” de um dos súditos do líder.

A Furiosa não aguenta mais a situação e decide fugir, levando junto o harém das mulheres parideiras do Darth Vader do deserto. E aí, more, é loucura total. Darth se revolta com a traição e temos a partir disso um filme inteiro com cenas frenéticas de ação, tanques de guerra imensos e com um (hahaha) carro alegórico cheio de caixas de som e um guitarrista (????) tocando um rock pesado. Gente, é genial esse guitarrista.

madmax-1

O súdito leva Max para o meio da perseguição porquê precisa do sangue dele pra se manter em pé e temos então nosso bolsa de sangue em frente a um carro de guerra ligado por um fio com seu sangue ao seguidor do Darth, tentando fugir do meio de um exercito insano. Que situ.

maxresdefault

“Melhor hora pra ser um doador universal de sangue.”

O que se segue é um show de cenas épicas numa fotografia incrível, com personagens incríveis, disputa de poder, empoderamento feminino, fogos de artíficio, mulheres incríveis lutando por liberdade, velhinhas armadas, carros em formato de porco espinho, tempestades de areia, figurinos insanos, ação, asma…

FURY ROAD

Sério, testemunhem! Vocês tem obrigação social de ir ao cinema assistir a Mad Max: Fury Road. É meu favorito do ano. Só posso agradecer a George Miller por fugir do clichê e por passar na cara dos produtores de hoje em dia que mulheres não precisam preencher a “cota das gostosas”, somos fortes como a Furiosa e merecemos mais personagens como ela!

Encerro a resenha com essa imagem, que, pra mim, é a chave do filme:

mad-max-estrada-da-furia_lullydeverdade_01-1024x422

What a day! What a lovely day!

EU ASSISTI OS VINGADORES: A ERA DE ULTRON

The-Avengers-2-Age-of-Ultron-movie

Vamos para uma resenha com bastante emoção, tristeza, cansaço e dor nos olhos. Parece dengue, mas foi só minha ida ao cinema pra conferir o filme novo dos Vingadores: resolvi assistir em um domingo, no maior shopping da cidade, às 4h da tarde, na semana de estreia, sem comprar ingresso antecipado; é muita inteligência, né?

giphy

Mas eu fui e depois de passar uma hora na fila com um monte de criança falando besteira, cheguei no caixa e descobri que só tinha lugar nas fileiras A e B, aquelas mesmas que ficam bem ali COLADAS NA TELA DO CINEMA, Rafael decidiu ver isso pelo lado bom e me disse que a gente teria uma experiência de IMAX pra pobre……………………. ¯\_(ツ)_/¯ Compramos o ingresso:

11207778_733524206757139_1785223421_o

Outro detalhe importante é que quando você compra ingresso no cinema os lugares são marcados mas mesmo assim AS PESSOAS FIZERAM FILA PRA ENTRAR NA SALA???? É, mas aí eu coloquei meu óculos 3D e fiquei naquele look mistério e ao entrar na sala começou a tocar uma música:

n26uts.jpg

E começou o filme, mas antes da resenha eu vou deixar uma lista de spoilers pra vocês, pra ver é só selecionar a parte branca aí embaixo (não faça isso, eu tô avisando):

Jarvis is dead.

A viúva negra dá uns pega no Hulk.

Visão aparece no filme.

Os gêmeos saem do Dark Side rapidinho e um dos dois morre.

Tem lutinha igual aos power rangers.

Ultron é derrotado.

Eu avisei que não era pra ler.

Mas segue em frente, tem outros spoilers…

Eu achei o desenvolvimento do filme relativamente simples, comparado aos individuais dos vingadores, tipo o último do Capitão América, a trama é, basicamente:

1. Eles recuperam o cetro de Loki num posto da H.I.D.R.A que tava lá desde o último filme e no caminho encontram os irmãos gêmeos Maximoff: Wanda (a bixa é gótica, muito gótica mesmo, parece aquela mina do Crepúsculo) e o Pietro, que é um cara que corre bastante, tipo um Usain Bolt mutante.

article-2184089-1466ADD0000005DC-891_964x698

2. Tony Stark e Bruce descobrem que na gema do cetro pode haver uma inteligência artificial que pode ser a solução pra o fim da criminalidade no mundo e o início da paz mundial e aí, sem consultar os outros, Stark cria Ultron e adivinha? Isso mesmo, dá merda.

iron_man_suit_windows_xp_rainb_2560x1920_wallpaperhi.com

“Só faço merda mesmo e daí?”

3. Aí acontece uma parte muito boa do filme: a gente conhece Ultron. Um personagem maravilhosamente bem construído, com uma referência muito boa a Pinóquio, ele já nasce criticando seu criador e sua missão, além de fazer a gente refletir sobre inteligência artificial, fiquei querendo mais cenas como essa mas infelizmente depois disso ele virou um daqueles monstros estranhos que tinham exercitos gigantes de soldados que morriam em segundos e lutavam contra os power rangers, lembra? Tipo assim:

S_05

4. Então rolam tretas entre os vingadores e Ultron + gêmeos do mal (se aliam a ele porquê são retardados) e a Wanda cria visões assombradas nos nossos amigos rangers, mas em pouco tempo os gêmeos descobrem que Ultron não é tão good vibes assim, só de olhar pra uma cara dessas eles já deviam ter percebido, né?

Ultron-Hot-Toys1

5. O resto do filme os vingadores se transformam nos power rangers e protegem a cidade, ganham um aliado que todo mundo queria ganhar: Visão (eu não vou contar como ele surgiu na história porquê seria spoiler demais), desvendam alguns mistérios e fazem a gente descobrir um monte de informações novas sobre o passado da Viúva Negra e eu adorei isso no filme, antes eu sabia muito pouco sobre ela, continuo sabendo muito pouco mas pelo menos deu uma clareada.

Scarlett-Johansson-Avengers-28-Widescreen-HD

Que mulher…

Em geral, me diverti demais com a história, os avenger power rangers estão muito mais unidos e ao mesmo tempo foi possível ver a identidade de cada um no desenrolar do filme, conheci Ultron e Visão, dois personagens que adorei e tive uma experiência IMAX pagando o preço normal do cinema e com bastante torcicolo.

É isso por enquanto, até a próxima e obrigado pelos peixes!

Power Rangers Movie

vem de interestellar

Vamos falar sobre um filme que eu aguardei ansiosamente por um ano inteiro? Vamos falar de um filme que uma certa pessoa chamada Neil deGrasse Tyson amou a base científica? Vamos falar de um filme em que o pessoal de efeitos visuais fez um estudo com astrofísicos sobre os buracos negros só para reproduzir um buraco perfeitamente? Vamos falar de um filme que explicou tão direitinho a teoria da relatividade que o próprio Einstein levantou da tumba pra ir ao cinema assistir? Vamos sim, mores, vamos sim. dr-neil-degrasse-tyson-3 Logo no começo do filme a gente vê que a situação no planeta Terra tá braba: pragas em colheitas fizeram a civilização virar uma sociedade agrária bem bad vibes, tem tempestade de areia o tempo inteiro, todo mundo anda cabisbaixo, faltam recursos naturais, ninguém mais escuta Beyoncé… É nessa situação triste que a gente conhece nosso personagem principal, Cooper, um ex-piloto da NASA, que tem uma filha maravilhosa ^~^, a Murphy (ela acha que tem fantasmas em seu quarto e isso parece bobagem mas é uma info bem importante, guarda isso). Interestelar-imagem-4-1024x425

Murphy e o pai bolados porque o mundo tá acabando.

Vale ressaltar que nessa época profissões como medicina, engenharia, direito e derivados já não são mais valorizadas, fica dica aí pro pessoal babaca que se acha mais legal por ser de alguma dessas profissões, vocês vão ficar sem emprego no futuro, tá? Os jovens, na escola, estudam, basicamente, agricultura, o que deixa bem irritado o nosso personagem principal, que é formado em engenharia e gostaria que os filhos seguissem o mesmo caminho, ah, sim, a Murphy tem um irmão mas ele nem é tão importante.

Agora que já deu pra ter noção da situação, vamos à história de verdade: Lembra daquele papo do fantasma no quarto? Então, na verdade ele é algum tipo de inteligência desconhecida que está enviando uns códigos estranhos, coordenadas em binário, pra ser mais específica, o que levam pai e filha para uma instalação secreta da NASA!!!1 Lá a gente fica sabendo que 13 astronautas foram enviados para planetas diferentes e poucos ainda mandam sinal de vida; e é aí que a Dr. Brand resolve convidar o Cooper pra uma missão quase suicida de investigar possíveis planetas habitáveis próximos a um buraco negro que se abriu perto de Júpiter (Afinal, tem o maior sentido seguir viagem pra perto de um buraco negro mesmo a gente tendo Marte bem aqui do lado, né? Mas segue em frente tem outras cenas.) e advinha???? Ele aceita.

interstellar-3-lullydeverdade-1024x576

“Amigo, você tem noção do que tá fazendo com a sua vida?”

Murphy fica muito irritada pelo pai aceitar uma missão dessas e a abandonar e implora para que ele desista da missão, ao que ele responde: “Fala sério, menina, tô nem aí pra tu, bem melhor me suicidar do que te criar, né?” E segue pilotando o foguete junto com a filha do Dr. Brand, mais conhecida como Amelia (Anne Hattaway), o cientista Romilly, o físico Doyle e os robôs TARS e CASE.

6klfqe.jpg

Eles entram no buraco de minhoca (Ponto de interseção entre dois espaços, no caso, entre duas galáxias) e é aí que começa o grande show sobre:

♥ TEORIA DA RELATIVIDADE ♥

O filme dá uma verdadeira aula sobre dilatação gravitacional do tempo quando eles tem acesso ao planeta Miller, lá o tempo passa de forma mais lenta do que na Terra, pra ser mais exata, uma hora nesse planeta equivale a 7 anos aqui no nosso mundinho, porquê? Einstein explica na Teoria da Relatividade: Em regiões de forte influencia gravitacional o tempo passa de maneira mais lenta (tipo se você tem um buraco negro como vizinho) ao serem comparados a lugares com baixa atração da gravidade.

maxresdefault

“Tô chegando na Cohab!”

Eles passam três horas dentro desse planeta e enquanto tudo acontece rapidamente lá dentro, na Terra, a filha de Cooper fica adulta e se torna uma incrível cientista da NASA e trabalha numa equação que poderá permitir o lançamento de uma estação espacial através da gravidade. Cooper só sabe disso quando volta à nave e vê os videos enviados por seu filho ao longo dos 20 anos que se passaram e esse é um dos momentos que eu mais chorei no filme, não sabia se era pela emoção da cena ou se por gratidão à grande homenagem que se fazia a Einstein naquele momento.

161261

Mas olha aí as bad news: o lugar não é habitável e eles só tem combustível pra visitar mais um planeta. Rola uma DR com Amelia e eles acabam decidindo ir ao planeta que está o astronauta Mann pois é o único que ainda está enviando dados, o que não é uma boa ideia, porque o planeta é inóspito. Na verdade, eles só chegaram lá porque o astronauta falsificou as transmissões para que fosse resgatado, quando Coop descobre isso os dois tem uma briga feia e sem noção; feia porquê eles não tem muito oxigênio pra fazer um negócio bonito e sem noção porquê Mann quebra o capacete de Cooper e ele passa um tempão respirando o ar de um planeta inóspito e não morre!!!! Aviso: Se algum dia você for um astronauta, seu capacete rachar e você conseguir continuar lutando, saiba que o ar desse lugar não pode ser tão mal assim.

Interestelar-imagem-2-1024x576

“Beleza!”

Amelia resgata Cooper. Uma explosão danifica a nave deles. O combustível tá quase no fim. Os robôs se jogam no buraco negro. A gente descobre que a missão toda era furada. Amelia se sacrifica. Gravidade. Teoria da Relatividade. Fisica Quântica.. E você ficou curioso pra descobrir o final, né? É só fazer o download e ser feliz!

B-PmixkIUAAvFWS